BUSQUE NO SITE

Fechar ▲

Série Fotográfica Sem Tabus mostra como era ser Jovem nos Anos 70

Como fazer um registro fotográfico verossímil e autêntico dos jovens dos anos 70 sem cair nas armadilhas dos clichês? A resposta é o trabalho de Joseph Szabo, um professor, fotógrafo e autor, que ensinou fotografia na Malverne High School, em Long Island (de 1972 a 1999) e considerado pela revista Times no final da década de 70 como “o segredo mais bem guardado da fotografia americana”.

Os registros dos alunos inquietos começaram primeiro dentro da sala de aula, estimulando inclusive que fotografassem uns aos outros. Com o tempo, Joe (como era chamado por muitos) foi ganhando a confiança dos jovens e os registros aconteceram também no terreno da escola e fora dela, sendo o próprio convidado para as festas e celebrações das turmas. Suas fotos mostram o período de forma notável.

Série Fotográfica Sem Tabus mostra como era ser Jovem nos Anos 70

O primeiro resultado foi o livro chamado Almost Grown, publicado em 1978, definido por Joe como “os anos de desejo inquieto e o desabrochar da sexualidade, o mundo da escola, estacionamentos e esquinas e a cultura exclusivamente americana em que todos nós crescemos”. Veja algumas fotos do livro:

Série Fotográfica Sem Tabus mostra como era ser Jovem nos Anos 70

Série Fotográfica Sem Tabus mostra como era ser Jovem nos Anos 70
Série Fotográfica Sem Tabus mostra como era ser Jovem nos Anos 70

Série Fotográfica Sem Tabus mostra como era ser Jovem nos Anos 70
Série Fotográfica Sem Tabus mostra como era ser Jovem nos Anos 70

Série Fotográfica Sem Tabus mostra como era ser Jovem nos Anos 70

Na época de lançamento, o livrou causou grande burburinho e recebeu atenção massiva durante alguns anos, mas logo o professor Joseph voltou à sua rotina. Sempre fotografando seus alunos, 20 anos depois, nasceu o segundo livro, Teenage. E depois, revisitando seu portfolio com outros dois livros: Rolling Stones Fans e Jones Beach, com fotos igualmente interessantes e despretensiosas de uma geração inesquecível, criativa e liberta.

Série Fotográfica Sem Tabus mostra como era ser Jovem nos Anos 70

Série Fotográfica Sem Tabus mostra como era ser Jovem nos Anos 70
Série Fotográfica Sem Tabus mostra como era ser Jovem nos Anos 70

Série Fotográfica Sem Tabus mostra como era ser Jovem nos Anos 70
Série Fotográfica Sem Tabus mostra como era ser Jovem nos Anos 70

Série Fotográfica Sem Tabus mostra como era ser Jovem nos Anos 70
Série Fotográfica Sem Tabus mostra como era ser Jovem nos Anos 70

Série Fotográfica Sem Tabus mostra como era ser Jovem nos Anos 70
Série Fotográfica Sem Tabus mostra como era ser Jovem nos Anos 70

Série Fotográfica Sem Tabus mostra como era ser Jovem nos Anos 70
Série Fotográfica Sem Tabus mostra como era ser Jovem nos Anos 70

Série Fotográfica Sem Tabus mostra como era ser Jovem nos Anos 70
Série Fotográfica Sem Tabus mostra como era ser Jovem nos Anos 70

Série Fotográfica Sem Tabus mostra como era ser Jovem nos Anos 70
Série Fotográfica Sem Tabus mostra como era ser Jovem nos Anos 70

Série Fotográfica Sem Tabus mostra como era ser Jovem nos Anos 70
Série Fotográfica Sem Tabus mostra como era ser Jovem nos Anos 70

Série Fotográfica Sem Tabus mostra como era ser Jovem nos Anos 70
Série Fotográfica Sem Tabus mostra como era ser Jovem nos Anos 70

Série Fotográfica Sem Tabus mostra como era ser Jovem nos Anos 70
Série Fotográfica Sem Tabus mostra como era ser Jovem nos Anos 70

Série Fotográfica Sem Tabus mostra como era ser Jovem nos Anos 70
Série Fotográfica Sem Tabus mostra como era ser Jovem nos Anos 70

Série Fotográfica Sem Tabus mostra como era ser Jovem nos Anos 70
Série Fotográfica Sem Tabus mostra como era ser Jovem nos Anos 70

Série Fotográfica Sem Tabus mostra como era ser Jovem nos Anos 70
Tal feito lhe foi atribuído pois ele registrou de forma excepcional o comportamento, paixões e confusões dos seus alunos de Malverne, mas tudo de um jeito descompromissado, pois os registros começaram a acontecer como forma de Joseph exercitar o curso que havia feito, chamado ”Como fotografar pessoas e estranhos”, com Ken Heyman.
Sobre:

Joseph Szabo

Compartilhar no Facebook