BUSQUE NO SITE

Fechar ▲

Polícia indiana descobre "fazenda secreta" onde recém-nascidos eram negociados como produtos

Você já ouviu falar em "fazenda de bebês"? O termo, no mínimo estranho, foi usado para denominar um local na Índia onde recém-nascidos eram tratados, literalmente, como produtos.

Na 'fazenda secreta', os bebês indesejados eram trocados, comprados e vendidos. Normalmente, eram deixados no lugar recém-nascidos frutos de estupro, de adultério ou simplesmente por famílias que não poderiam criá-los.

De acordo com o investigador Prateek Kumar, do serviço de investigação criminal indiano, os bebês eram negociados com famílias na faixa de 1000 euros cada um.

Polícia indiana descobre "fazenda secreta" onde recém-nascidos eram negociados como produtos

Durante o inquérito, dois bebês foram resgatados no município de Gwalior, porém, ao mesmo tempo outras três crianças foram vendidas em cidades do país.

A investigação se encorpou após as autoridades receberem uma indicação sobre possíveis atividades suspeitas em um hospital, onde seria a tal fazenda.

No hospital, cinco pessoas foram indiciadas. Entre elas, estavam o gerente e o diretor do hospital.

Ainda segundo a polícia, os pais eram aliciados pela equipe do hospital com a promessa de que as crianças seriam bem tratadas e encaminhadas para doação, mas assim que eram retirados das mães, o hospital já buscava contatos para vender os bebês.

Infelizmente, práticas semelhantes envolvendo comercialização ou tráfico de recém-nascidos ainda são muito comuns pelo mundo. Em maior número, isso se dá pelo fato de muitas pessoas não terem condições ou estrutura para sustentar uma criança.

Sobre:

Best of Web

Compartilhar no Facebook