BUSQUE NO SITE

Fechar ▲

Mecânico brasileiro cria sistema que permite abastecer moto com água poluída e faz até 500 Km com um litro

Criado pelo funcionário público Ricardo Azevedo, 56, um novo sistema vai fazer com que motocicletas possam utilizar hidrogênio, obtido da água, como combustível para se locomover.

O Moto Power H²O utiliza os princípios da propulsão por hidrogênio, já testado utilizado pela indústria automobilística, mas de uma maneira diferente.

Apesar de ter sido testada numa moto, a nova tecnologia pode ser adaptada para caminhões, ônibus, carros, ou qualquer outro veículo.

O mecanismo é formado por um reservatório de água, instalado na parte traseira da moto, que é ligado, por um cano, a um recipiente ao lado da roda traseira. Ali estão uma série de placas metálicas (negativas e positivas), com canais de diferentes diâmetros e ranhuras intercalados.

As placas recebem energia - proveniente de uma bateria de carro, próxima à roda traseira -, que separa o hidrogênio da molécula de água. O hidrogênio (altamente explosivo) é então enviado a um outro recipiente, que envia o combustível para o carburador, onde ocorre a combustão.

O criador da novidade já foi mecânico e trabalhou com motos de corrida. O Moto Power H²O foi desenvolvido na garagem de sua casa, em Itu (SP), durante momentos de folga e em madrugadas insones.

Além de não emitir poluentes (apenas o vapor d'água é eliminado pelo escapamento), o novo sistema é muito mais econômica que a gasolina. É possível fazer até 500 quilômetros com litro de água, enquanto um litro de gasolina faz apenas 50.

Azevedo explicou ainda à reportagem do Uol que apesar de a água destilada oferecer maior eficiência ao sistema, qualquer fonte pode ser utilizada, inclusive água suja ou poluída.

O inventor ainda está a procura de investidores para poder levar sua ideia ao mercado.

Leia a matéria e entrevista na íntegra no Uol.

Sobre:

Via Catraca Livre

Compartilhar no Facebook