BUSQUE NO SITE

Fechar ▲

Jovens brasileiros mostram os comentários mais cruéis que já ouviram por serem homossexuais

Palavras podem machucar, principalmente quando vêm carregadas com preconceito e agressão gratuita. Jovens homossexuais perdem a conta de quantos comentários maldosos escutam pelas ruas e da boca de amigos e parentes devido à sua orientação sexual. Em um projeto dos estudantes da Jornalismo Júnior, da USP (Universidade de São Paulo), essas pessoas foram convidadas a escrever em cartazes alguns dos piores comentários que já ouviram.

 

 

Desde o famoso “Não tenho nada contra gays, mas…” até perguntas que demonstram a mais pura ignorância, como questionar “Você é o homem ou a mulher da relação?” a um casal de mulheres, essas frases compõem o ensaio “Sexualidade e Ingorância“, assinado por Carolina Tiemi e Natalie Majolo.

Tão brutais quanto os ataques diretos, essas expressões revelam a violência de um discurso preconceituoso, que essa galeria pretende denunciar. Que o amor seja livre e colorido para quem quiser amar”, afirma o texto que acompanha as imagens.

Dá uma olhada:

Jovens brasileiros mostram os comentários mais cruéis que já ouviram por serem homossexuais

 

 

Jovens brasileiros mostram os comentários mais cruéis que já ouviram por serem homossexuais

 

 

Jovens brasileiros mostram os comentários mais cruéis que já ouviram por serem homossexuais

 

 

Jovens brasileiros mostram os comentários mais cruéis que já ouviram por serem homossexuais

 

 

Jovens brasileiros mostram os comentários mais cruéis que já ouviram por serem homossexuais

 

 

Jovens brasileiros mostram os comentários mais cruéis que já ouviram por serem homossexuais

 

 

Jovens brasileiros mostram os comentários mais cruéis que já ouviram por serem homossexuais

 

 

Jovens brasileiros mostram os comentários mais cruéis que já ouviram por serem homossexuais

 

 

Jovens brasileiros mostram os comentários mais cruéis que já ouviram por serem homossexuais

 

 

Jovens brasileiros mostram os comentários mais cruéis que já ouviram por serem homossexuais

 

 

Jovens brasileiros mostram os comentários mais cruéis que já ouviram por serem homossexuais

 

 

Jovens brasileiros mostram os comentários mais cruéis que já ouviram por serem homossexuais

 

 

Jovens brasileiros mostram os comentários mais cruéis que já ouviram por serem homossexuais

 

 

Jovens brasileiros mostram os comentários mais cruéis que já ouviram por serem homossexuais

 

 

Jovens brasileiros mostram os comentários mais cruéis que já ouviram por serem homossexuais

 

 

Jovens brasileiros mostram os comentários mais cruéis que já ouviram por serem homossexuais

 

 

Jovens brasileiros mostram os comentários mais cruéis que já ouviram por serem homossexuais

 

 

Jovens brasileiros mostram os comentários mais cruéis que já ouviram por serem homossexuais

 

 

Jovens brasileiros mostram os comentários mais cruéis que já ouviram por serem homossexuais

 

 

Jovens brasileiros mostram os comentários mais cruéis que já ouviram por serem homossexuais

 

 

Jovens brasileiros mostram os comentários mais cruéis que já ouviram por serem homossexuais

 

 

Jovens brasileiros mostram os comentários mais cruéis que já ouviram por serem homossexuais

Todas as fotos © Jornalismo Júnior/ECA-USP

A inspiração veio do projeto “Ah, branco, dá um tempo!“, criado por estudantes da UnB – relembre aqui.

Se você gostou dessa história, não esqueça de curtir e compartilhar com seus amigos!

Ah, e se você tiver alguma sugestão ou dúvida, não estiver conseguindo assistir os vídeos ou estiver incomodado com alguma coisa é só comentar ou enviar mensagem que a gente resolve! =))

Sobre:

Via Hypeness

Compartilhar no Facebook