BUSQUE NO SITE

Fechar ▲

Estudo mostra que ter pais do mesmo sexo não afeta em nada a saúde das crianças

A paternidade feita por duas pessoas do mesmo sexo é uma questão controversa desde a década de 80, mas com a luta pelo casamento igualitário esse assunto têm sido debatido frequentemente. Cientificamente falando, não é preciso muito debate. Não há nenhum estudo dizendo que os filhos de pais gays estáveis sejam diferentes dos demais.
Um estudo mais recente, feito por um grupo internacional de estudiosos dos EUA e da Holanda, pesquisou 190 famílias (95 sendo de pais de sexos diferentes, e 95 de pais do mesmo sexo) tendo pelo menos uma criança de 6 e 17 anos.

Eles analisaram a saúde das crianças, as dificuldades comportamentais, comportamento de aprendizagem e acredite, não há nenhuma diferença entre crianças educadas por pais do mesmo sexo ou de sexo diferente.
Estudo mostra que ter pais do mesmo sexo não afeta em nada a saúde das crianças
Esse estudo, que foi publicado no Journal of Developmental & Behavioral Pediatrics não é nada surpreendente nem novo. Somando esse estudo mais recente, existem 74 estudos científicos que afirmam que não existem diferenças entre crianças criadas por pais homossexuais e bissexuais das outras crianças.

Essa pesquisa, embora não tendo encontrado nenhuma diferença entre as crianças, o estudo notou que há um pequeno aumento de preocupação entre os pais homossexuais.
A pesquisa não teve perguntas específicas o suficiente para indicar o motivo do stress, mas os pesquisadores sugerem que seja por preocupação de criar os filhos numa sociedade ainda muito homofóbica, e a pressão que sofrem para ter que justificar a qualidade de sua parentalidade.
Independente de qual seja sua orientação sexual, não há mais motivo para duvidar que pais do mesmo sexo podem dar a mesma educação e amor que pais de sexo diferente daria.
E o que importa nisso tudo é a felicidade de cada um.
E você? Já foi atrás da sua?
Compartilhar no Facebook