BUSQUE NO SITE

Fechar ▲

Estudo afirma que o otimismo pode ser contagiante.

Com o frio chegando, os casos de gripes, resfriados e outras doenças virais aumentam. Mas a boa notícia é que outros tipos de epidemias podem acabar se espalhando em uma maior proporção e com mais força.

Estudo afirma que o otimismo pode ser contagiante.

Um estudo no Instituto de Santa Fé, no Novo México, nos Estados Unidos, descobriu que boas epidemias (apesar de nunca associarmos coisas positivas a essa palavra) podem realmente se espalhar de maneira mais rápida e abrangente. Por exemplo, quando você descobre algo novo, logo começa a espalhar para seus conhecidos, criando uma reação em cadeia que se espalha para mais e mais pessoas. Agora, quando você está doente, é quase instintivo se isolar em casa até melhorar, o que também pode ser considerada uma tentativa de isolar o vírus para que ele não se espalhe para outros.

Estudo afirma que o otimismo pode ser contagiante.

A mesma lógica funciona quando tratamos de palavras e de ações positivas e negativas. Tudo sempre seguindo o raciocínio de que sempre queremos espalhar o que é bom e reter aquilo que pode fazer mal. Assim podemos contagiar outras pessoas através de ações mais otimistas, de forma a incentivá-las e construir uma reação em cadeia. É o oposto do pessimismo, umaforma de epidemia ruim, que pode acabar repelindo as pessoas. Como Gandhi dizia, seja a mudança que quer ver no mundo!

Sobre:

Best of Web

Compartilhar no Facebook