BUSQUE NO SITE

Fechar ▲

Erick Jacquin come um Prato Feito e ninguém acredita em sua reação

O programa Trip TV desafiou o chef de cozinha Erick Jacquin para comer no estaurante popular de São Paulo que vende comida a R$1,00 por pessoa. Sem fazer rodeios, ele foi assediado e enfrentou o desafio abertamente.

Antes de provar a comida ele afirmou "80% é o produto, 15% é o cozinheiro e 5% é a sorte, porque sem sorte nada funciona".

Contudo ele logo foi jogando a crítica "A apresentação é um pouquinho feia. Os pratos são feitos muito rápidos. Precisa de mais harmonização para dar o prazer de comer". Mesmo sendo um francês que se irrita demais com o Brasil, ele confessa que ama o país "Às vezes fico de saco cheio daqui, mas quando estou na França quero voltar para cá", afirmou. Ele também realça que o glamour em torno da profissão de cozinheiro acaba tirando o verdadeiro foco. O que antes era visto com desprezo, hoje é visto como charme "Ela (a profissão) não era reconhecida. Quando os meninos falavam que eram cozinheiros, as mulheres iam embora, não queriam nem dançar nem conversar. Hoje ser cozinheiro é um glamour. Parece que você é um artista. É muito exagerado e a maioria dos cozinheiros não quer mais trabalhar, quer tirar foto. Os meninos de hoje pensam que chef é o cara que não trabalha, mas o chef deve trabalhar o dobro dos outros".

Acostumado a frequentar os melhores restaurantes, Jacquin aprovou a experiência. "O patrimônio da gastronomia brasileira não está com os profissionais, com os chefs mais requintados. O patrimônio da gastronomia vem de dentro das casas. Isso aqui é uma cozinha do dia a dia do Brasil. Eu achei bom de saber que acontece, como são feitas as coisas e como funcionam as coisas".

Sobre:

Via Best of Web

Compartilhar no Facebook