BUSQUE NO SITE

Fechar ▲

Eles negaram água limpa para essa indiana. Seu marido, então, construiu sozinho um poço para sua comunidade em 40 dias

Os Dalits são um dos grupos que mais sofrem preconceito na Índia, apesar da discriminação por castas ser proibida desde 1955.

Não é de se espantar, então, o que aconteceu no vilarejo do indiano Bapurao Tajne. Sua esposa queria pegar água de um poço próximo, mas foi impedida por outras pessoas apenas por ser uma Dalit.

Seu marido, encomodado com a situação, resolveu construir, sozinho, um poço para a comunidade deles. Além de seu trabalho diário, Bapurao dedicava mais 6 horas de esforço para cavar o poço, 2 horas antes de ir trabalhar, e 4 horas depois que voltava.

Eles negaram água limpa para essa indiana. Seu marido, então, construiu sozinho um poço para sua comunidade em 40 dias

Todos achavam que ele era louco por fazer isso, já que a região passa por uma seca muito difícil nos últimos tempos. Mas ele resolveu seguir seus instintos e escolheu um lugar para começar a cavar. Depois de muito esforço por 40 dias, a surpresa: o local que ele havia escolhido tinha água subterrânea!

Agora, o poço de 4,5 metros fornece água para toda sua comunidade."Eu queria apenas que minha comunidade de Dalits tivesse acesso à água sem ter que implorar a outras castas por isso", disse Bapurao.

Ele continua trabalhando para aumentar o poço. Inspirador, não?

Eles negaram água limpa para essa indiana. Seu marido, então, construiu sozinho um poço para sua comunidade em 40 dias
Sobre:

Best of Web

Compartilhar no Facebook