BUSQUE NO SITE

Fechar ▲

Ela recebeu a Pior Mensagem de texto Possível

O número de australianos diagnosticados com HIV nunca foi tão alto nos últimos 20 anos. Existem hoje mais de 26.000 pessoas que vivem com a doença na Austrália, segundo o relatório anual de Vigilância HIV do Instituto Kirby. Mas cerca de uma em sete dessas pessoas não sabem que têm o vírus, porque elas não foram testadas. Acredita-se que 70% dos casos estão relacionados a sexo desprotegido entre homens, cerca de 25% se devem a relações heterossexuais desprotegidas e 5% por conta de drogas injetáveis.

Abby Landy, de 26 anos, é uma dessas 26.000 pessoas. Aos 23 anos de idade, Abby descobriu que tinha HIV através de uma mensagem de texto sinistra que recebeu de um homem que ela namorou. Esta é a sua história. Neste post, você lerá o depoimento dela sobre como descobriu sobre sua doença e como ela lidou com o choque e os estigmas ligados à Aids.

“Eu conheci esse cara uma noite e tivemos um relacionamento casual. Nos vimos algumas vezes por duas ou três semanas e após esse período inicial, ele se tornou bastante agressivo sexualmente. Após esse incidente, eu não pensava em falar com ele novamente”, disse ela.

A jovem ativista acrescentou: “Logo depois, eu fiquei com machucados nas partes íntimas. Eu nunca tive nem mesmo uma afta na minha vida. Eu estava muito assustada. Fiz um teste de saúde sexual que afirmava que eu estava limpa…mas ao longo das próximas semanas eu fiquei mais e mais doente. Eu tive náuseas, dores e uma erupção horrível que estava se espalhando rapidamente. Eu sabia que algo estava errado, porque eu só ficava mais e mais doente. Eu fiz muitas pesquisas e eu vi que meus sintomas estavam se apresentando como uma seroconversão clássica. Isso é quando o vírus [HIV] começa a se replicar em seu sangue. Isso é quando você vira de HIV negativo para HIV positivo. Estou muito grata por ter tido esses sintomas, porque eu fui capaz de identificar minha condição cedo.”

“O cara que eu tinha namorado era muito persistente. Ele pediu para almoçar e eu estava muito desconfortável. Eu disse: “Olha, eu não quero vê-lo novamente” e ele me mandou uma mensagem de texto dizendo “eu espero que você pelo menos se lembre de mim para sempre“. Foi aí que fui à médica e pedi um teste de HIV. A médica disse: “Provavelmente não é necessário, sendo uma mulher jovem heterossexual, as chances são pequenas”. Eu contei a ela o que o cara tinha dito, e ela ordenou o teste. Eu recebi um telefonema cerca de três dias depois do laboratório, me pedindo para voltar lá”, disse Abby.

A doutora disse a Abby: “Sinto muito, mas parece que você contraiu HIV”.

“Foi a pior notícia que eu poderia receber. Minha primeira reação foi: “eu não quero viver assim, prefiro morrer”. Eu tive muita sorte que eu tive muito apoio da família. Eles foram capazes de me ajudar por esse período inicial de choque. Eu fui falar com um especialista e ele me deu os fatos. Eu o perguntei, “Quanto tempo eu tenho de vida? Quando eu vou morrer?“, e eu não tinha ideia do que significava ter HIV em 2012. Eu achava que era game over. Mas não é. É uma doença crônica realmente administrável. Você toma dois a três comprimidos por dia. As pessoas contaminadas vivem uma vida praticamente normal.”

“Fiz contato de novo com o cara, mas ele estava realmente resistindo para me dar qualquer informação. Enviei a ele uma mensagem dizendo: “Você sabia que você era HIV positivo quando foi pra cama comigo?”…e ele me respondeu diversas vezes, agressivamente. Em uma das mensagens, ele dizia: “Isso é impossível, eu fui ao meu médico. É impossível que eu tenha te dado AIDS. Você é uma vadia, se você está doente, essa é sua própria culpa“. Ele nunca admitiu”, lamenta.

Ela recebeu a Pior Mensagem de texto Possível

“O apoio positivo que eu recebo hoje de minha família, que foi um trabalho em andamento. Para os meus pais, tudo foi um choque tão grande. Eles ficaram tão decepcionados e eles estavam com medo. HIV é diferente de qualquer doença em que ela tem esse estigma hediondo relacionado a ela. E é com isso que as pessoas estão mais preocupadas quando são infectadas, para ser honesta. O tratamento é administrável, mas o estigma é enorme.”

“Com o tratamento moderno ao qual eu tenho acesso, a minha taxa viral é hoje indetectável, o que significa que eu muito provavelmente não transmitirei o vírus. Transmissão de mulher para homem já é muito incomum. Beijar também não é um problema. HIV não é transmitido através da saliva. É através de fluidos corporais; sangue, sêmen, fluidos vaginais e leite materno. Eu não me preocupo com isso mais. Usando camisinha, eu estou protegida e meu parceiro também”, disse Abby, demonstrando muito alívio.

Ela recebeu a Pior Mensagem de texto Possível

Muita gente acha que o HIV é uma espécie de mito e que nunca se contaminará. Os jovens, em particular, são complacentes em geral em relação a DSTs. Eles não verificam regularmente seu estado de saúde e acham que uma DST pode ser corrigida com uma cartela de antibióticos. Mas essa não é a realidade. O Macaco alerta a todos os jovens leitores do blog: há muita ignorância no mundo, e muitas pessoas são imprudentes. Nunca confiem em alguém que vocês acabaram de conhecer a ponto de não usarem proteção.

Compartilhar no Facebook