BUSQUE NO SITE

Fechar ▲

Uma criança que viveu apenas 74 minutos se tornou a mais jovem heroína do mundo

Com apenas 74 minutos de vida, a pequena Hope fez um grande gesto que muitas pessoas não fazem em décadas de vida. Ela conseguiu salvar uma vida e se tornou a mais jovem doadora de órgãos do Reino Unido.

Uma criança que viveu apenas 74 minutos se tornou a mais jovem heroína do mundo

Nos exames de pré-natal, os médicos diagnosticaram que a menina tinha anencefalia e não iria sobreviver após o parto. Mesmo com esse resultado os pais, Emma Lee e Drew, não optaram pelo aborto, ainda que fosse uma opção questionável. Esperando gêmeos, eles seguiram com a gestação e não aceitaram retirar uma das crianças.

Hope nasceu junto de seu irmão Josh e exatos 74 minutos depois, a menina faleceu e suas células hepáticas foram doadas."Ela fez mais do que muitas pessoas fazem em toda a vida", disse o pai em entrevista."Enquanto eu estiver vivo irei lembrar desses minutos. Seus olhos eram amáveis e azuis, foi um momento maravilhoso. Sentimos que nossa menininha é uma heroína", acrescentou ele.

Uma criança que viveu apenas 74 minutos se tornou a mais jovem heroína do mundo

Segundo o jornal britânico, Mirror, o casal optou por doar os órgãos da menina posi se inspiraram na história de Teddy Houston. Um menino que nasceu com as mesmas condições de Hope e viveu 100 minutos. Os pais de Teddy optaram por doar os órgãos do menino logo após seu falecimento."Estávamos muito tristes, mas não queríamos que a vida dela fosse em vão",explica a mãe. "Ela continua viva dentro de outra pessoa e isso ajuda com a diminuir a dor".

Sobre:

Best of Web

Compartilhar no Facebook