BUSQUE NO SITE

Fechar ▲

Sempre com você na alegria e na tristeza!

Se antes era apenas uma crença popular achar que seu cãozinho fica deprimido, feliz, com saudades ou até apaixonado, agora cientistas confirmaram que os nossos amigos peludos têm, sim, sentimentos reais.

Gregory Berns, um professor de neuroeconomia dos EUA, dedicou vários anos pesquisando como funciona o cérebro dos cachorros. Para isso, passou muito tempo treinando seu próprio cão a ficar quietinho por 30 segundos para fazer uma ressonância magnética nele.

Sempre com você na alegria e na tristeza!

Ao concluir o exame e os estudos, ele descobriu que os cães usam a mesma parte do cérebro que nós, humanos, ao sentir coisas, principalmente, ao prever situações de prazer, como ganhar comida, amor e dinheiro. Para o professor, cães tem o mesmo nível de emoção que uma criança. Portanto, da próxima vez que você ver seu cão balançando o rabinho, ele está realmente feliz!

Compartilhar no Facebook