BUSQUE NO SITE

Fechar ▲

O caso da Garota Frankenstein

Uma adolescente que se sentia igual ao Frankenstein, depois de sofrer de um câncer que lhe presenteou com 20 tumores no pescoço, entrou em um concurso de beleza para recuperar sua autoconfiança. Clemmie Huckerby, de 18 anos, só foi diagnosticada com câncer de tireoide em junho deste ano, mas fez uma recuperação incrível.

Os médicos descobriram 20 tumores que cresciam em seu pescoço – um do tamanho de um limão – e agiram rapidamente para removê-los. Como resultado da cirurgia, Clemmie ficou com uma cicatriz muito grande no pescoço. Mas apesar da grande cirurgia só ter ocorrido há quatro meses, a adolescente de Great Malvern, Worcestershire (Inglaterra), já está na fase final do concurso Senhorita Worcestershire.

Clemmie disse: “Quando eu acordei da cirurgia eu me senti como o Frankenstein – havia uma cicatriz enorme em meu pescoço. Eu sempre tinha fui confiante em relação à minha aparência antes, mas hoje me sinto muito insegura. Estou começando a me sentir um pouco melhor comigo mesma, e agora eu quero usar o concurso para aumentar a conscientização sobre o câncer de tireoide.”

Clemmie não estava ciente do caroço enorme na garganta e só foi ao médico após semanas de puro cansaço; ela estava acostumada a acordar cedo e a ser muito ativa e, de repente, a adolescente sentiu como se fosse impossível sair da cama e foi constantemente drenada de energia.

“Depois que eles confirmaram que era câncer, eu fiz um curso de tratamento para matar as células malignas. Achei que pudesse morrer, mas não entrei em pânico e fui bem guiada pelos médicos”, disse Clemmie. Desde que ela se recuperou de seu tratamento e, posteriormente, ter comemorado seu aniversário de 18 anos, Clemmie conseguiu arrecadar mais de 10 mil libras (aproximadamente 40 mil reais) para instituições de caridade que trabalham com casos de câncer de tireoide.

O caso da Garota Frankenstein

“É claro que eu adoraria ganhar o concurso – assim como todas as meninas envolvidas. A principal coisa para mim, porém, é sensibilizar as pessoas e garantir que elas estejam mais conscientes dos sintomas dessa doença. Vou manter meus dedos cruzados, pois poderei fazer um pouco mais de dinheiro se ganhar, também”, disse Huckerby, com bom humor.

O caso da Garota Frankenstein

O caso da Garota Frankenstein

Clemmie espera que, ganhando o concurso de Miss da sua cidade, conseguirá arrecadar ainda mais fundos para essas instituições.

Compartilhar no Facebook