BUSQUE NO SITE

Fechar ▲

Marca de cerveja cria embalagem comestível para reduzir as mortes na vida marinha

Por ano, são consumidos 6,3 bilhões de litros de cerveja nos Estados Unidos. Metade disso é vendido em latas que por sua vez costumam vir embaladas naqueles plásticos que formam o famoso fardo de cerveja.

Muitos destas embalagens são descartadas erroneamente e vão parar em nossos oceanos e quem sofre com isso são os habitantes de lá, que comem o produto e acabam morrendo contaminados.

Mas e se estas embalagens fossem comestíveis? A marca de cerveja artesanal Saltwater Brewery da Flórida resolveu desenvolver um fardo para 6 cervejas feito a partir de trigo e cevada, que é seguro para a vida selvagem e robusto o suficiente para suportar o peso e manuseamento das latas.

“Isso mostra que através da inovação podemos motivar a mudança que impacta nosso mundo e aquele que vai ficar para os nossos filhos”, disse Gustavo Lauria, fundador e CCO do We Believer’s.

Lauria disse que cinco moldes gerados por impressão 3D foram usadas para fabricar o primeiro lote de 500 anéis de seis embalagens comestíveis e biodegradáveis . Em Abril, a nova embalagem foi introduzida em eventos e locais de interesse turístico.

Os consumidores puderam ver que o novo design era tão forte como os anéis de plástico prejudiciais ao ambiente, e algumas pessoas inclusive se animaram e experimentaram a embalagem, afinal, ela é comestível.

A ideia é produzir 400.000 destes itens por mês, o suficiente para a produção mensal atual de Saltwater Brewery. Esse primeiro lote produzido em massa vai custar entre 10 e 15 centavos por unidade por cerveja artesanal, que custa cerca de US $ 10, disse Lauria.

“Se a maioria das cervejarias artesanais e grandes empresas implementarem esta tecnologia, o custo de produção vai cair, serão mais competitivas em comparação com a solução plástica atual, e por fim, e mais importante, salvam centenas de milhares de vidas marinhas”, disse ele.

Que tal escolher sua cerveja agora por motivos ambientais?
Compartilhar no Facebook