BUSQUE NO SITE

Fechar ▲

Mãe vence câncer para criar as 3 filhas. Mas 30 anos depois, elas fazem uma descoberta brutal

Cassie Ford, Kristal Ford-Spencer e Katie Warrent são irmãs e melhores amigas. Há 20 anos, as três comemoravam a cura de um câncer no ovário da mãe, sem imaginar o que aconteceria com elas anos depois.

Katie foi a primeira das irmãs a sentir que algo não estava bem com o seu corpo. Após vários exames, foi constatado que ela tinha um câncer no intestino.

“Por causa da minha idade e pelo fato de não ter histórico, os médicos não consideraram que podia ser câncer no intestino. Quando eu descobri, foi assustador, mas eu pensava “graças a Deus que não é com Kristal ou Cassie”, disse Katie, ao jornal DailyMail.

Mãe vence câncer para criar as 3 filhas. Mas 30 anos depois, elas fazem uma descoberta brutal



 

Mãe vence câncer para criar as 3 filhas. Mas 30 anos depois, elas fazem uma descoberta brutal

Rapidamente, Katie passou por uma operação para retirar parte do intestino. Em seguida, submeteu-se a seis meses de quimioterapia. Mesmo assim, os médicos contaram que o câncer não tinha ido embora.“Meu tumor estava crescendo no sentido da coluna, e estava em outra parte do intestino, o que é algo muito raro de acontecer durante a quimioterapia, segundo os médicos”, disse.

Mãe vence câncer para criar as 3 filhas. Mas 30 anos depois, elas fazem uma descoberta brutal

Mas os dias de luta para essa família não pararam: no dia seguinte, foi a vez da outra irmã, Kristal, de 33 anos, descobrir que estava com câncer de mama.

“Eu senti o nódulo anteriormente naquele ano e pensei ‘sem chance [de ser um câncer]'”, disse Kristal. “Eu fui ao médico alguns meses depois e eles me mandaram para uma mamografia urgente. A médica que leu meu diagnóstico disse: ‘você tem uma massa maligna’. Eu tenho certeza que ela não quis dizer as palavras ‘você tem câncer”.

O câncer de Kristal já estava no estágio 2 e o nódulo tinha 14 cm. A cirurgia foi agendada para aquele mesmo dia. Como os médicos ficaram preocupados com o histórico familiar, recomendaram que a outra irmã, Cassie (31 anos) também fizesse um exame nas mamas.

Mãe vence câncer para criar as 3 filhas. Mas 30 anos depois, elas fazem uma descoberta brutal

“Eu voltei para casa naquela noite e senti um nódulo no meu seio esquerdo”, disse Cassie. “Eu acabei fazendo uma ultrassom e, quando a ultrassonografista colocou o aparelho sobre o nódulo, a feição dela mudou. Era apenas cinco semanas depois da recidiva de Katie”, conta Cassie.

E foi assim que as 3 irmãs começaram a fazer quimioterapia juntas.

Mãe vence câncer para criar as 3 filhas. Mas 30 anos depois, elas fazem uma descoberta brutal

O câncer pode ser isolador, mas eu nunca me senti sozinha. Se eu tinha um dia ruim, eu tinha duas pessoas que sabiam exatamente pelo que eu estava passando”, disse Cassie.

“Foi muito difícil, porém. Como você pode focar na sua saúde quando você está tão preocupada pela saúde delas”?, disse Katie.

“Eu acredito que estamos sendo constantemente bombardeadas com amor e apoio, e se nós estamos nos sentindo pra baixo, há alguém para nos ajudar a sorrir de novo”, disse Katie, que continua lutando contra o câncer junto com suas irmãs.

Mãe vence câncer para criar as 3 filhas. Mas 30 anos depois, elas fazem uma descoberta brutal

No vídeo abaixo, as 3 irmãs recebem uma supresa especial de um programa de TV que honra a luta de uma família diante de tantos dilemas. É emocionante! Assista:

Essa história nos ajuda a lembrar a importância de ter a família sempre por perto em todos os momentos da vida. Compartilhe essa história!

Compartilhar no Facebook