BUSQUE NO SITE

Fechar ▲

Jogo para mulheres denuncia assédio

Há alguns anos, jogos de tabuleiros eram realmente populares no Brasil, principalmente alguns como Banco Imobiliário, War e Jogo da Vida. Satirizando o modo como as mulheres são tratadas na vida e no mercado de trabalho, o canal Comedy Central “criou” um jogo chamado “Barreiras Invisíveis”, apenas para garotas.

O jogo criado é uma paródia do Jogo da Vida, onde logo no começo as jogadoras escolhem o famoso “o que querem ser quando crescer”. Todas escolhem grandes profissões até que o narrador as interrompem para dizer que uma mulher pode até ser investidora, mas jamais será a número um.

Jogo para mulheres denuncia assédio

O vídeo denuncia, inclusive, assédios sofridos pelas mulheres no ambiente de trabalho. “Sua roupa pode distrair seus colegas de trabalho homens. Volte duas casas”, diz uma das cartas lidas por uma das meninas. Em outras situações, as cartas tiradas colocam as meninas em situações que envolvem assédio por parte de um dos colegas e de promoções perdidas por serem mulheres.

O canal ainda foi além na criação de outro jogo que satiriza situações sexistas e preconceituosas do dia a dia. O “Privilégio” é direcionado especificamente para garotos brancos, em que tiram as cartas de oportunidade. “Eu vou para Harvard!”, comemora um dos garotos. “É onde você vai encontrar sua primeira espoas, cara”, responde o outro.

Compartilhar no Facebook