BUSQUE NO SITE

Fechar ▲

Homem cria bonecas inspiradas na cultura negra e ultrapassa as vendas da Babrbie

As bonecas "Queens of Africa" foram inspiradas em mulheres africanas e carregam suas características fortes no cabelo e nas roupas. A ideia veio do então diretor executivo de uma empresa familiar de utensílios plásticos, Taofick Okoya, 44 anos, que precisava comprar um presente para sua sobrinha em 2006 e não conseguia encontrar uma boneca negra, mesmo na Nigéria, país com maior população negra do mundo.

Homem cria bonecas inspiradas na cultura negra e ultrapassa as vendas da Babrbie

Diante desse problema, Taofick decidiu criar uma linha de bonecas baseadas em rainhas africanas. “A ideia é promover a autoaceitação e a confiança nas crianças africanas e nigerianas. Queria que elas gostassem de si mesmas e de sua raça. Percebi que a superexposição a bonecas e personagens brancos fazia com que elas desejassem ser brancas”

Homem cria bonecas inspiradas na cultura negra e ultrapassa as vendas da Babrbie

Essa conclusão veio também de uma experiência dentro de sua própria casa, quando estava conversando com sua filha e ela falava sobre seus personagens favoritos. “Os personagens preferidos dela eram todos brancos, as bonecas, também. Um dia ela me perguntou: ‘de que cor eu sou?’. Disse que ela é negra e ela falou que preferiria ser branca. Tive que explicar que há tipos diferentes de pessoas e culturas no mundo, que não somos todos iguais, e que negro também é bonito”, diz ele

Homem cria bonecas inspiradas na cultura negra e ultrapassa as vendas da Babrbie

São seis modelos de bonecas que representam Hausa, Igbo e Yoruba, os três maiores grupos étnicos da Nigéria. Os cabelos e as roupas são todos baseados nas mulheres africanas. Enfrentando muita resistência do mercado no começo, devido a falta de costume dos nigerianos em verem bonecas negras nas prateleiras e por uma questão de status e cultura.“Bonecas são vistas como algo elitista na Nigéria, porque costumam ser caras”, diz o empresário. A solução foi criar produtos com várias faixas de preço, a boneca mais barata, chamada Princesa Naija, é vendida pelo equivalente a US$ 5 (cerca de R$ 11).

Homem cria bonecas inspiradas na cultura negra e ultrapassa as vendas da Babrbie

Depois de muitas dificuldades, enfim a Queens of Africa conseguiu sucesso e, em média, são fabricadas cerca de 24 mil bonecas por mês, com números que sobem em períodos festivos como Natal e Dia das Crianças.

Infelizmente as bonecas não são vendidas no Brasil ainda, porém Okoya afirma que as vendas online são um projeto que se consolidará até o final do ano e que outros países da África e os EUA, já estão pensando em aderir ao empreendimento.

Homem cria bonecas inspiradas na cultura negra e ultrapassa as vendas da Babrbie

Se você quiser saber mais sobre as Queens, pode acessar a página do facebook da Queens of África.

Sobre:

Best of Web

Compartilhar no Facebook