BUSQUE NO SITE

Fechar ▲

Estudo recente dos EUA mostra qual é o impacto negativo em crianças com pais de mesmo sexo

Um novo estudo da Universidade do Colorado, nos EUA, descobriu que crianças de pais do mesmo sexo não experimentam diferenças em uma série de resultados sociais e comportamentais em comparação aos filhos de pais heterossexuais ou solteiros.

Estudo recente dos EUA mostra qual é o impacto negativo em crianças com pais de mesmo sexo

O estudo foi coordenado por Jimi Adams, professor associado do Departamento de Saúde e Estudos Comportamentais da Universidade do Colorado, e publicado neste mês pela revista Social Science Research.

A pesquisa veio em um momento oportuno para os EUA pois a Suprema Corte dos Estados Unidos está em um processo para determinar se a Constituição vai permitir o casamento igualitário. Os tribunais estão usando pesquisas da área de ciências sociais para reforçar os argumentos a favor e contra o casamento gay. O estudo de Adams fornece provas contra a ideia de que filhos de casais do mesmo sexo sofrem desvantagens.

O estudo examinou milhares de artigos revisados na área que fazem referência a pais do mesmo sexo. Adams descobriu que, ao longo do tempo, os artigos começaram a citar a mesma pesquisa que apoia a não existência de diferenças entre as crianças, como conclusão.

Para determinar se o consenso científico tinha sido alcançado e quando isso aconteceu, Adams analisou sistematicamente as redes de citação para encontrar mudanças no conteúdo. Em 1990, ele percebeu um consenso entre os pesquisadores a respeito dos efeitos da parentalidade homossexual. E em 2000, ele descobriu que os pesquisadores tinham chegado a um consenso "esmagador" sobre a questão.

Adams e Ryan Light, co-autor do trabalho, acreditam que o estudo pode fornecer aos tribunais uma visão acessível e objetiva sobre o consenso científico existente sobre o caso e, assim, ajudar nas dicisões de uma série de questões legais.

"Como o casamento do mesmo sexo tem sido debatido nos tribunais em todo o país, havia a persistente pergunta sobre os efeitos da paternidade do mesmo sexo em crianças", explicou Adams. "Eu queria analisar as pesquisas das décadas passadas para determinar se houve consenso entre os pesquisadores sobre esse efeito. E acabei encontrando evidências esmagadoras de que os cientistas concordam que não há um impacto negativo para filhos de casais do mesmo sexo."

Qual sua opinião sobre crianças crescendo em um núcleo familiar homoafetivo? Deixe seu comentário e não esqueça de COMPARTILHAR! =))

Sobre:

Via sciencedaily

Compartilhar no Facebook