BUSQUE NO SITE

Fechar ▲

Ela sofreu graves queimaduras e os médicos disseram que ela nunca mais correria. Mas ela respondeu da melhor forma

Turia Pitt é uma maratonista australiana de 28 anos. Há 5 anos, quando competia em uma prova de 100 km, ela e mais 3 corredores foram surpreendidos por um incêndio com uma mudança de vento. Turia, infelizmente, sofreu queimaduras em 65% de seu corpo e teve dificuldades para voltar a andar, após o acidente.

Ela sofreu graves queimaduras e os médicos disseram que ela nunca mais correria. Mas ela respondeu da melhor forma

Os médicos que cuidaram dela disseram que ela nunca mais poderia correr.

“Minha auto-estima sempre foi muito ligada com minhas habilidades físicas, então quando eu não conseguia fazer nada, me sentia um lixo”, disse Turia a uma revista.

Com muita força de vontade, ela provou que todos estavam errados, ao completar uma das maratonas mais desafiadoras do mundo, o Ironman, na Austrália. São 3,8 km de natação, mais 180 km de ciclismo e 42 km de corrida.

Ela sofreu graves queimaduras e os médicos disseram que ela nunca mais correria. Mas ela respondeu da melhor forma

Agora, Turia pretende arrecadar $60.000,00 dólares australianos para uma ONG que oferece cirurgias reconstrutivas para pessoas em países em desenvolvimento.

Que exemplo de superação!

Compartilhar no Facebook