BUSQUE NO SITE

Fechar ▲

Ela estacionou na vaga de deficientes e recebeu uma ofensa. Então, resolveu responder à altura

Muitas vezes as pessoas julgam precocemente determinadas situações e acabam cometendo erros graves com pessoas que não merecem. O caso de Justine Van Den Borne é um exemplo claro disso. Ela estacionou numa vaga de deficientes em um centro comercial para passear com sua filha e passar uma tarde agradável. Mas quando voltaram, perceberam que havia um aviso violento em seu parabrisa que dizia: "Esqueceu sua cadeira de rodas?"

Vendo que a pessoa provavelmente não fazia ideia do que estava fazendo, ela decidiu explicar a razão de estacionar na vaga de deficientes e talvez essa justificativa sirva para muitas outras pessoas que acabam se equivocando. Confira abaixo:

"À pessoa que deixou isso em meu carro na semana passada no centro comercial de Mitcham:

Fui diagnosticada com esclerose múltipla quando tinha 35 anos. Não só isso, eu também tenho a pior versão da doença, que vai me paralisando lentamente a minha vida. Desde então, meus filhos têm que enfrentar as coisas, que as crianças de sua idade não deveriam viver. Todo nosso mundo mudou de um dia para o outro.

Ela estacionou na vaga de deficientes e recebeu uma ofensa. Então, resolveu responder à altura

O dia que você me viu, eu estava tendo um bom dia, estava caminhando com minha filha sem precisar de ajuda. Obrigada por arruinar isso. Você me fez sentir que as pessoas estavam me encarando, da mesma forma que me sinto quando posso caminhar normalmente. Estou cansada e me enche o saco pessoas como você, que se acham com o direito de me ofender quando uso uma coisa (o estacionamento para deficientes) que eu tenho todo o direito de usar.

Ela estacionou na vaga de deficientes e recebeu uma ofensa. Então, resolveu responder à altura

Uma deficiência nem sempre significa que a pessoa tenha que estar em uma cadeira de rodas, mas para sua tranquilidade, algum dia eu estarei. Agora estou concentrada em poder caminhar até o casamento da minha melhor amiga em setembro e não ter que ser empurrada. Terei 42. Antes que você arruine o dia de outra pessoa, lembre-se da sua ignorância. O fato de você não ver algo com seus olhos, não significa que a pessoa que está em sua frente não tenha dificuldade para colocar um pé adiante do outro".

Sem sombra de dúvidas, fica um bom exemplo para as pessoas reavaliarem o momento de serem juízas da razão e começarem a ter um bocado de bom senso antes de ser ignorante.

Ela estacionou na vaga de deficientes e recebeu uma ofensa. Então, resolveu responder à altura
Sobre:

Best of Web

Compartilhar no Facebook